quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Doremon (1ª versão portuguesa)

Imagens/vídeos:




Informação: Há quem o conheça em espanhol; há quem o conheça em português, numa versão mais recente, com genérico cantado por Bárbara Lourenço, vozes de Quimbé e muitos mais…mas esta não é nenhuma dessas versões! Esta versão portuguesa do Doraemon passou numa RTP (a RTP1, creio) quando eu era novo, com uma dobragem totalmente diferente! "Doraemon", aqui, lia-se “Doremon” e a voz deste personagem era a da grande Paula Seabra! Sim, a mesma actriz que deu voz ao Doremon em grande parte dos filmes com o gato cósmico! Ah, que Doremon doce que este era…havia ainda muitas outras vozes dotadas (algumas estão citadas em baixo), mas algumas eram tão singulares que acho que nunca mais as ouvi! A do Gigante, por exemplo. Nesta versão, o Gigante não era Quimbé. Ou, se era, disfarçava mesmo muito bem…o Gigante tinha uma voz singular que acho que nunca mais ouvi num desenho animado. A voz da Shizuka também era rara, mas essa parece ter-se tornado mais frequente nas dobragens mais recentes. Creio que é a de Isabel Queirós, mas não tenho a certeza...à parte disso, as diferenças entre esta versão portuguesa, a versão espanhola e a portuguesa mais recente não passam só por “Doraemon” se dizer “Doremon”. Esta versão tinha outras particularidades, como o aportuguesamento de algumas coisas – falaram em Pedro Abrunhosa, por exemplo – e o nome da irmã do Gigante. Aqui, não havia essa história de Yaiko; o irmã do Gigante chamava-se Gigantina!

Alguns episódios
- O Nobita queixa-se de qualquer coisa ao Doremon e ele acha que o melhor remédio para ele é uma máquina que faz tijolos de ar. Presumivelmente, a máquina junta o ar à sua volta e une tanto as moléculas que estas se tornam um sólido. O Nobita, inicialmente, até usa a máquina para aquilo que pretendia, mas depois decide construir uma escada de ar que o leva muito lá para cima. É então que o Doremon se lembra que o efeito dos tijolos só dura uma hora...quando o Nobita quer descer a escada de volta para o chão! Quando o tijolo se vai, o Nobita quase se espeta no chão! Acho que o Doremon o salvou...

- O Nobita mete na cabeça que quer elogios ao seu trabalho. Para lhe fazer a vontade por um momento, o Doremon dá-lhe um boneco. Esse boneco funciona assim: carrega-se no botão que ele tem na boina, ele guincha: “Muito bom!” e a pessoa que avalia o trabalho passa magicamente a achar o trabalho genial! Seja ele um trabalho esforçado ou um desenho mal feito. (ok, agora que estou a escrever e penso nisso, parece brainwashing...de repente, tornou-se um pouco assustador!)

- O Doremon saca do seu bolso uma corda especial que tem como que o poder de laçar aquilo que o dono tente laçar (sim, como um cowboy). O Nobita começa por usar a corda com moderação, mas depois o Suneo encontra-a abandonada e decide usá-la para satisfazer desejos egoístas. Exemplo: rouba um gelado a uma menina mais nova que ele! A partir daí, desata a fazer maldades com a corda sem se deixar ver. E todos pensam que é o Nobita, com a corda que o Doremon lhe deu, que anda a fazer maldades! Mais tarde, não me lembro como, o Nobita recuperou a corda, mas estava tristinho. Viu uma menina a afogar-se a laçou-a para a salvar. Assim que o fez, a multidão furiosa encontrou-os e preparou-se para se vingar do Nobita. Acusaram-no de lhes ter pregado partidas com a corda. Mas...a menina que tinha sido salva era – surpresa! – a menina a quem o Suneo tinha roubado o gelado! E, na sua sinceridade de criança, ela fez queixa, dizendo: “Mas antes era o Suneo que a tinha!”. A multidão gritou: “O Suneo?!” e o Suneo, que estava por ali, teve de fugir para não ler “linchado” pela multidão!

Uma(s) voz(es): Alexandra Gabriel; Joana Carvalho; Jorge Paupério; Paula Seabra

Uma(s) personagem(ns): Doremon; Gigante; Gigantina; Nobita; Shizuka; Suneo

Genérico:
Doremon, o Gato Cósmico!*

Não passa dia nenhum
Que não me ponha a sonhar
Mas sei que o Doremon
Os meus sonhos vai realizar

Doremon tem um bolsinho
Com magia de verdade
Este cósmico gatinho
Faz dos sonhos realidade

Ah, como eu gostava de poder voar…
- Isto é…o gorrocóptero!*

É tão bom
Ter connosco o gato
Doremon

É tão bom
Ter connosco o gato
Doremon

*estas partes eram faladas


Interpretado por: Sissa Afonso

4 comentários:

  1. ninguem tem um video da cançao de abertura???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Not me! Se tivesse, ele estaria aqui neste post...

      Eliminar
  2. https://www.youtube.com/watch?v=kNng7K-i9Wk

    Não seria antes esta a abertura? A voz do Doraemon continua a ser da Paula Seabra, e também parece ser uma versão da RTP, mas a letra é outra. Fiquei confusa xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, não! Essa versão da Mila Belo até chegou a aparecer no trailer daquele filme com o Doremon contra os piratas, mas não é a essa versão que este post se refere. Não, a versão a que o post se refere é mesmo cantada por Sissa Afonso. E não há grande margem para dúvidas, porque a voz da "cantriz" aparecia com menos efeitos que a da Mila Belo nesse link (menos eco, pronto...)

      Eliminar