sábado, 27 de fevereiro de 2016

Os Bravos Cavaleiros

Imagens/vídeos:




Informação: Este programa era relativamente simples. Tanto que parece que não durou muito tempo; não passou dos 20 episódios. Seja como for, ainda me animou nalgumas manhãs. Contava as aventuras de dois cavaleiros chamados Sir Boris e Sir Morris. Como o genérico dava a entender, o segundo era o tolo e o primeiro era o...menos tolo! Visão generalizada, mas simplificada. Enfim, o genérico dizia que Boris era "o melhor espadachim do mundo" e que Morris não era o melhor, mas que era "o mais entusiasta!". E assim era. O Morris e o Boris tinham cada um o seu animal de estimação que, se bem me lembro, eram robôs! Chamavam-se Sir Horace e Sir Doris - um cão e um hamster, respetivamente. Sim, os animais-robôs tinham também os títulos de Sir. Algo me diz que o programa não durou muito porque esta monarquia era patética, hehe! De resto, os bravos cavaleiros passavam ainda algum tempo com duas princesas de voz fininha das quais tinham de cuidar de vez em quando. Mas geralmente não se saíam bem. E elas também eram meio esquisitas.

Alguns episódios
- O Morris e o Boris levam as duas princesas numa viagem por uma floresta em direção à casa das tias delas. Pelo caminho, estão a descansar e um dos cavaleiros arrota. Surpreendentemente, as princesas acharam imensa graça ao arroto e pedem a Morris e Boris que as ensinem a dar arrotos. Eles tratam disso...mas mal sabem que as tias das princesas são ainda mais extravagantes que elas! Quando chegam a casa das tias, descobrem que elas têm um vaso com plantas carnívoras enormes! E quando estão a jantar, uma das princesas arrota e diz "Com licença." ou coisa assim. Uma das tias pergunta o que foi e a princesa explica que deu um arroto. Agora vejam só o que aconteceu a seguir: a tia não só disse que aquilo não era um arroto a sério como logo a seguir deu ela própria um grande arroto só para lhe mostrar o que era um arroto a sério! E não estamos a falar de coisa pouca; a tia deu um tremendo arroto que fez tremer a casa e arrastou tudo o que estava em cima da mesa! Para grande choque de Morris e Boris.

- Certo dia, o Morris perdeu o seu animal de estimação, Sir Doris. Se bem me lembro, o hamster malandro andava só por aí, a comer tudo o que encontrava. O certo é que, enquanto não encontraram Doris, o Morris entrou numa espécie de depressão, ficando o dia todo no sofá a pensar em nada. Tanto que, a certa altura, o Boris fez-lhe um discurso para o tentar fazer voltar à vida. Só que ele estava a falar para a armadura do Morris, a pensar que ele estava lá dentro. Mas não estava; era mesmo só a armadura! O Morris, quando chegou, até lhe perguntou porque é que ele estava a falar para a armadura...mas voltando a Doris, o hamster às tantas foi comido inteiro por um dragão. Só que, como foi comido inteiro, sobreviveu e ficou no estômago do dragão a comer TUDO o que o dragão metia na boca! Resultado: o dragão fartava-se de aviar comida mas nunca ficava cheio! E, claro, no final os bravos cavaleiros recuperaram o hamster!

Uma(s) voz(es): Carlos Macedo; José Neves; Teresa Madruga

Uma(s) personagem(ns): Sir Boris; Sir Doris; Sir Horace; Sir Morris

Genérico: Falado

2 comentários:

  1. Eu via isto! Lembro-me que dava na RTP2 para ai em 2001 e talvez tenha dado antes também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os teus comentários são sempre bem-vindos. :)

      2001, hã? Então eu devia ter 9-10 anos. Nem parece que foi há tanto tempo...estou a ficar velho, hehe.

      Eliminar